Enquadramento

 

 

CERTIFICAÇÃO DA QUALIDADE PELA NP ISO 9001:2008

 

Num sector de desafios constantes, altamente competitivo e complexo como o da Indústria Farmacêutica, que requer decisões racionais e soluções optimizadas baseadas numa abordagem sistemática, a Tecnifar considerou fundamental implementar um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) em 2009.

 

O SGQ permite-nos uniformizar a atuação na relação com o cliente, implementando continuamente metodologias e procedimentos que conduzem a elevados padrões de qualidade no serviço prestado, permitindo desta forma responder às expectativas do cliente. 

 

O SGQ é um conjunto de medidas organizacionais que transmitem a máxima confiança de que o nível de qualidade com que nos comprometemos está a ser alcançado de forma eficiente, através da alocação sistemática de recursos e responsabilidades que tornam a qualidade viável e efectiva.

 

A Tecnifar obteve em 2016 a renovação da certificação da qualidade para o seu sistema de gestão pela NP ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade.

 

 

Certificado

 

 

 

ALINHAMENTO ISO 26000

 

Ao longo dos anos, a Tecnifar tem atuado de forma cada vez mais consistente e progressiva ao nível da Responsabilidade Social, posição que consolidou ao integrar a responsabilidade social no modelo de gestão e na estratégia de desenvolvimento da empresa, considerando as orientações internacionais nesse domínio, veiculadas na norma NP ISO 26000 – Linhas de orientação da responsabilidade social. A integração do domínio da responsabilidade social no modelo de gestão da organização abrange temas como a governação organizacional, os direitos humanos, as práticas laborais, o ambiente, as práticas operacionais justas, as questões relativas ao consumidor e o envolvimento e desenvolvimento da comunidade.

 

GOVERNAÇÃO

 

De que forma concretizamos o processo de tomada de decisão para alcançar os objetivos e metas definidos?

 

Conduzimos a nossa atividade de acordo com os princípios e normas que constam do nosso Código de Ética e de Conduta, tendo também implementado um Sistema de Gestão Integrado que garante a auscultação e o envolvimento das partes interessadas, a identificação de aspetos de responsabilidade social e respetivo tratamento.

 

 

DIREITOS HUMANOS

 

Todos os seres humanos têm direito à vida, à liberdade, à igualdade e à liberdade de expressão, ao trabalho, à alimentação, a cuidados de saúde, à educação. Como devemos atuar para garantir que esses direitos são respeitados e protegidos? Como influenciamos a atuação dos nossos fornecedores, pares e da sociedade?

 

Procuramos cumprir integralmente a legislação e dispomos de mecanismos de controlo da mesma. O nosso Código de Ética e de Conduta contém a orientação no que se refere aos Direitos Humanos, proclamando o respeito pelas convenções e declarações reconhecidas internacionalmente, nomeadamente no âmbito dos DH fundamentais.

 

 

PRÁTICAS LABORAIS

 

A nossa relação com os nossos colaboradores e com os de outras organizações da nossa cadeia de valor incluem questões como recrutamento e seleção, acolhimento e integração de novos colaboradores, condições contratuais, normas de conduta, saúde e segurança no trabalho, formação e desenvolvimento de competências, remuneração e benefícios, procedimentos disciplinares e resolução de conflitos e qualquer outra atividade que afete as condições de trabalho.

Evidenciamos a adoção de práticas laborais responsáveis através:

 

  • Da tipologia de contratos de trabalho celebrados com os colaboradores (sem termo ou a termo com perspetiva de se converter a sem termo), não recorrendo a trabalho temporário ou sazonal, exceto em situações muito pontuais de substituição de trabalhador ausente.

 

  • Da contratualização de todas as prestações de serviço, recorrendo às mesmas apenas pontualmente e em situações de colaboração com profissionais de saúde.

 

  • Da aplicação da igualdade de oportunidades nos processos de recrutamento, formação e oportunidades de desenvolvimento.

 

  • Da criação de condições de trabalho adequadas às funções a realizar, implementando ferramentas de saúde e segurança no trabalho.

 

  • Da oferta aos seus colaboradores de um conjunto de benefícios e condições acima do nível médio praticado em Portugal. Disponibilizamos ainda zonas de pausa, refeitório e respetivos equipamentos de apoio, fruta diária e desenvolvemos protocolos com entidades para assegurar condições especiais para os seus colaboradores.

 

  • Da formação contínua e transversal que promove a diferenciação dos colaboradores, oportunidades de carreira e empregabilidade futura de forma a permitir a aplicação das suas competências.

 

 

AMBIENTE

 

Que impactes ambientais resultam da atividade e das decisões tomadas pela Tecnifar e de que forma gerimos a nossa atividade, garantindo a eliminação ou a minimização desses impactes no ambiente?

 

  • Reutilização dos equipamentos informáticos, disponibilizando os mesmos a clínicas do Grupo que deles necessitem.

 

  • Criámos pontos de reciclagem de papel, de embalagens e plásticos, de toners de impressora e pilhas.

 

  • Predefinimos as impressoras comuns para impressão por defeito, a preto e branco e impressão frente e verso.

 

  • Transferimos a maioria dos materiais promocionais de suporte papel para formato digital.

 

 

PRÁTICAS OPERACIONAIS JUSTAS

 

A nossa conduta ética na relação com as nossas partes interessadas. As práticas operacionais justas incluem questões como práticas anticorrupção, envolvimento responsável na esfera pública, concorrência justa, promoção de boas práticas de responsabilidade social na cadeia de valor.

 

Demonstramos adesão a este tema através:

 

  • Dos princípios e orientações que constam do Código de Ética e de Conduta.

 

  • Do Código de Compliance Comercial.

 

  • Participação na Associação do Setor – APIFARMA e adesão voluntária aos seus Códigos Deontológicos.

 

 

CONSUMO

 

Responsabilidade para com o consumidor: saúde e segurança dos consumidores, informação e formação sobre o produto/serviço, práticas contratuais, privacidade e proteção de dados pessoais, promoção do consumo sustentável e práticas de marketing justas.

 

Os clientes da Tecnifar são essencialmente profissionais de saúde e unidades de saúde, desde médicos e enfermeiros a farmácias e hospitais, passando por distribuidores autorizados e abrangendo o utente.

 

  • A investigação é uma aposta importantíssima para a Tecnifar, pelo que se encontra a desenvolver em parceria com a TechnoPhage, projetos inovadores na área de antibioterapia, numa era em que se regista uma crescente resistência aos tratamentos pela via convencional com antibióticos.

 

  • Ao nível da informação e formação dos profissionais de saúde, garantimos que toda a informação associada é suportada por estudos clínicos, devidamente aprovada por vários intervenientes, assegurando a sua conformidade legal e regulamentar.

 

  • Ao nível da informação para o utente, e dado os condicionalismos legais, esta centra-se essencialmente no folheto informativo dos medicamentos, respeitando a legislação.

 

  • No que se refere ao ciclo de vida dos seus produtos, a Tecnifar procura e promove o desenvolvimento de boas práticas nos seus processos de forma a assegurar que os medicamentos são produzidos e comercializados nos mais elevados padrões de qualidade nacionais e europeus.

 

  • A Tecnifar assegura que todas as reclamações são devidamente rececionadas, tratadas e avaliadas, com o intuito da melhoria contínua, assegurando a resposta final aos reclamantes num prazo médio de 30 dias.

 

  • Dado a proteção de dados pessoais ser uma preocupação na Tecnifar foram desenvolvidos mecanismos para assegurar o cumprimento com a legislação de proteção de dados pessoais.

 

 

COMUNIDADE

 

Aborda a responsabilidade da organização ao nível do impacte da sua atividade nas comunidades onde opera, ao nível da criação de emprego, dos investimentos sociais que promovem a riqueza, da criação de rendimento através de iniciativas de desenvolvimento económico local, da intervenção em programas de educação e desenvolvimento de competências, da promoção e preservação da cultura e artes, do apoio aos serviços de saúde na comunidade, da promoção do fortalecimento institucional e do desenvolvimento de programas culturais, sociais e ambientais.

 

Participamos ativamente na comunidade, através de:

 

  • Projecto SMS que combina a capacidade profissional e a vontade pessoal de muitos profissionais de saúde para apoiar voluntariamente populações carenciadas em território nacional, através da prestação de cuidados básicos de saúde, rastreios gratuitos e ações de sensibilização.

 

  • Contributo para o desenvolvimento de competências da comunidade científica e universitária, através do estabelecimento de protocolos com Instituições de Ensino.

 

  • Promoção do desenvolvimento científico e tecnológico através da atribuição de prémios e bolsas de investigação científica, nomeadamente em cefaleias e epilepsia, investigação Clínica nas Unidades de Saúde Familiar e Neuropediatria.

 

  • Donativos atribuídos a diversas instituições.

 

  • Programas de acesso a medicamentos, através do Banco do Medicamento e em parceria com o INFARMED, a União das Misericórdias Portuguesas e a Indústria Farmacêutica no geral, disponibilizamos medicamentos a organizações da comunidade que deles necessitem.